quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Evento internacional debate educação no campo em Feira


Os rumos das políticas de Educação do Campo e os desafios para a sociedade civil são o tema principal de encontro no Campus da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), desta quarta-feira até sábado (2 a 5/9). Participam pesquisadores, extensionistas, alunos de graduação e pós-graduação, professores da educação básica, gestores públicos e representantes de movimentos sociais e sindicais.

A mesa de abertura, a partir das 14h, no Auditório Central do campus da Uefs, terá a presença do professor doutor Dimas Hernández Gutiérrez. Ele é diretor de Universalizacion do Ministério de Educação Superior de Cuba.

O II Seminário Internacional de Educação do Campo (Siec), que será realizado simultaneamente com o “III Seminário Estadual de Educação do Campo da Bahia” e “I Seminário Regional do Procampo Nordeste”, é uma promoção da Uefs, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e do Grupo de Pesquisa Educação e Contemporaneidade da Universidade do Estado da Bahia (Uneb). É resultado do acúmulo de reflexões, conhecimentos e experiências na área da Educação do Campo e Agroecologia no âmbito da graduação e da pós-graduação (Especialização e Mestrado) das referidas instituições de ensino.

A programação do evento contará com atividades agrupadas em mesas-redondas, candeeiro de ideias com vivências pedagógicas e culturais, espaços de diálogos com apresentação de trabalhos, atividades culturais e a II Feira de Culturas e Produção Camponesa. 

Quarteto representa Feira no Brasileiro de Muay Thai


Os lutadores Cleiton Santos, João Carvalho, Gilvan Pimentel e Anderson Santos estarão representando Feira de Santana no Campeonato Brasileiro de Muay Thai, que vai acontecer na próxima semana na cidade do Rio de Janeiro. A competição nacional, que será disputada no próximo dia 12 de setembro no Clube Municipal, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro, assegura até o terceiro colocado de cada modalidade classificação para o primeiro Pan-Americano de Muay Thai da História.

Cleiton Santos vai disputar a competição na categoria Mosca; João Carvalho na Galo; Gilvan Pimentel na Meio Galo e Anderson Santos, na Meio Médio. Os atletas já estão se preparando para esta competição há um bom tempo e vivem a expectativa de crescer no esporte, disputando o Pan-Americano e o Campeonato Mundial, que vai acontecer no próximo ano na Tailândia. “São treinamentos intensivos de aproximadamente 5 horas por dia, onde são treinadas estratégias de luta, bem como são aprimorados os fundamentos e a parte física também uma atenção especial”, ressaltou Anderson Santos, que além de atleta é o técnico da equipe.

Todos os atletas já vêm num ritmo forte de treinamentos e competições, como o Madre Fight, realizado no último mês de julho. Desde então, o ritmo de atividades vem sendo intenso e a expectativa é a melhor possível em termos de resultados. “Sabemos que vamos enfrentar atletas de alto nível, mas pelo ritmo que a gente tem mantido, podemos sim obter bons resultados e almejar colocações que nos levem a outras disputas como o Pan-Americano e o Mundial”, observa Anderson Santos.

A LUTA

Muay thai (em tailandês: มวยไทย; RTGS: muai thai; AFI: [muɛ̄j tʰɑ̄j]; lit. "boxe tailandês") é uma arte marcial originária da Tailândia, onde é considerado desporto nacional. Esta disciplina física e mental que inclui golpes de combate em pé é conhecida como "a arte das oito armas", pois caracteriza-se pelo uso combinado de punhos, cotovelos, joelhos, canelas e pés, estando associada a uma boa preparação física que a torna uma luta de contato total bastante eficiente.

Assemelhando-se a outras artes marciais como o pradal serey do Camboja, o tomoi da Malásia, o lethwei da Birmânia e o muay lao de Laos, o muay thai foi desenvolvido há cerca de dois mil anos, sendo atualmente considerada uma das mais poderosas lutas de contato do mundo, que para além de utilizar elaboradas técnicas de punhos e pernas, é encarada como uma das artes marciais que mais faz uso eficiente dos joelhos e cotovelos. O muay thai tornou-se popular no século XVI, contudo começou a ser internacionalmente difundido apenas no século XX, quando inúmeros lutadores tailandeses conquistaram diversas vitórias sobre representantes de outras artes marciais. O desporto desenvolve um ótimo condicionamento físico, concentração e autoconfiança ao praticante. A maioria das associações e confederações mundiais não aprovam o uso das cotoveladas em lutas oficiais mantendo assim a integridade física dos atletas, sendo estas técnicas consideradas somente nas regras asiáticas, embora ultimamente as mesmas se encontrem cada vez mais em evidência.

O desporto de muay thai é exclusivamente regido pela Federação Internacional de Muay Thai Amador (IFMA) e pelo Conselho Mundial de Muay Thai (WMC). Requestando a legitimidade internacional e um público mais amplo, contudo prejudicado por disputas internas, o muay thai tem desenvolvido várias concorrentes de órgãos sociais, profissionais e amadores, para a sanção de lutas e campeonatos. Embora politicamente hostis, todos os corpos de sanção compartilham o objetivo de reforçar a participação internacional do muay thai, mantendo a sua identidade cultural e reafirmando a Tailândia como seu criador cultural.

Hoje em dia o muay thai ter-se-á convertido num símbolo nacional do reino da Tailândia, sendo o desporto mais praticado no país. As suas raízes encontram-se no muay boran, uma arte ancestral que foi desenvolvida a partir de uma forma de luta designada de chupasart. Esta arte deu origem ao atual muay thai e ao krabi krabong. Atualmente, o muay thai é visto como sendo um desporto radical que favorece a realização de apostas com ênfase no sudeste asiático.

Carga avaliada em R$ 480 mil é recuperada em Feira


Uma carga de eletrodoméstico avaliada em R$ 480 mil, que tinha sido roubada, foi recuperada em Feira de Santana.

Os produtos, que pertencem a Casas Bahia, eram transportados entre Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), e Jaboatão dos Guararapes (PE), quando foram interceptados na BR-101, na região de Entre Rios.

O motorista do caminhão, Ailton Aparecido de Morais, 57 anos, conseguiu escapar dos bandidos quando era levado para um matagal e acionou a polícia.

Os agentes entraram em contato com policiais de outras cidades da região e acabaram localizando o caminhão com ajuda do rastreamento da carga. Os produtos foram encaminhados para o Complexo de Delegacias, em Feira de Santana.

terça-feira, 1 de setembro de 2015

PM-BA garante aumentar em 50% número de blitze


A Polícia Militar da Bahia vai aumentar em 50% o número de blitze realizadas em todo estado. O anúncio foi feito pelo comandante geral da PMBA, coronel Anselmo Brandão, com o objetivo de reduzir o número de roubo de veículos e apreender armas de fogo, reduzindo consequentemente os crimes contra a vida.

“Atualmente, as unidades operacionais da PM fazem mensalmente 8.700 blitze em todo o estado e, com este aumento, passaremos a fazer mais de 13 mil, ampliando as ações preventivas em 50% na produtividade”, destacou o coronel Anselmo.

Além das abordagens, o Comando de Operações da Polícia Militar (COPPM) realiza cinco operações estratégicas simultaneamente em todo estado com o objetivo de ampliar a ostensividade, coibir roubo de terminais de autoatendimento, reduzir os crimes contra a vida e contra o patrimônio, e reduzir roubos de veículos.

No primeiro semestre deste ano, a PMBA abordou 1.046.840 carros, 2.426.371 pessoas, apreendeu 1.663 armas de fogo, recuperou 2.509 veículos, conduziu 16.314 pessoas às delegacias, abordou 18.056 taxis e 17.460 coletivos, e registrou 3.103 ocorrências com drogas. 

Técnicos-administrativos da UEFS paralisam atividades por três dias


O corpo de servidores técnico-administrativos da Universidade Estadual de Feira de Santana aprovou um cronograma com três dias (1, 2 e 3/9) de atividades de mobilização para sensibilizar o governo a negociar a pauta de reivindicações da categoria.

As manifestações começaram nesta terça-feira (1) com o fechamento do pórtico. Os servidores também realizarão uma caminhada no campus. Segundo a categoria, o governo continua com a mesma política de arrocho salarial praticada por gestões anteriores, acrescida da não reposição inflacionária.

A pauta dos servidores ainda inclui reajuste do auxílio alimentação, congelado há mais dez anos; pagamento da unidade real de valor (URV); ampliação do quadro de vagas nos respectivos graus da categoria; alteração da Lei 7.176/1997; suplementação do orçamento das Universidades Estaduais da Bahia e reabertura das mesas centrais e/ou setoriais de negociação para reformulação do nosso plano de carreira; como também a cessação da insalubridade. 

Animais soltos são apreendidos no Centro de Abastecimento


O trabalho de apreensão de animais soltos nas ruas segue no município de Feira de Santana. Atendendo a denúncias de cidadãos feirenses, a equipe do Centro de Zoonoses atuou  em diversas ruas da cidade.
A operação apreendeu 11 animais de grande porte que estavam vagando pelas ruas. Os animais foram encaminhados para o Centro de Zoonoses, onde serão cadastrados e os donos têm um prazo para retirar os animais e pagar uma multa.
Os locais visitados pela equipe foram o Centro de Abastecimento – só neste local foram apreendidos seis animais –, bairro Asa Branca e Rua Tomé de Souza, bairro Feira IX.
O trabalho é realizado em dias alternados pela equipe do Centro de Zoonoses, com o apoio da Polícia Militar e da Guarda Municipal. As pessoas que desejam fazer alguma denúncia devem ligar para a Central 156. 

Mobilização de combate ao Aedes Aegypti na Rua Nova


O bairro Rua Nova é o segundo maior em número de notificações da dengue, chikungunya e zika vírus, conforme boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, na última terça-feira, 25. Para chamar a atenção e sensibilizar os moradores para a prevenção dessas doenças haverá na quarta-feira, 2, uma mobilização na Praça Dona Pomba, a partir das 9h.

Através da ação, intitulada como “Blitz da Saúde”, prepostos do Departamento de Educação em Saúde, da Divisão de Vigilância Epidemiológica, estarão transmitindo orientações de como acondicionar corretamente os resíduos sólidos e impedir água acumulada para evitar possíveis criadouros do mosquito aedes aegypti.

A coordenadora de Educação em Saúde, Áurea Cerqueira, afirma que o trabalho de conscientização já vem sendo feito na Rua Nova, com visitas às escolas e o trabalho porta a porta. Neste ano, até a 33ª semana epidemiológica, foram registrados 275 casos suspeitos de Chikungunya, 106 de dengue e 16 notificações da zika vírus no bairro Rua Nova.

“Vamos intensificar as ações de combate ao mosquito com a Blitz da Saúde, quando estaremos mobilizando toda a comunidade local e alertando para a importância que cada morador tem em combater a proliferação do aedes aegypti”, disse.

Um estande será montado na praça, onde serão distribuídos materiais informativos e transmitidas orientações. Ainda, haverá teatro de fantoches.