quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Meia passagem está garantida durante contrato emergencial


A propósito de postagem no Facebook, informando que os estudantes de Feira de Santana não terão direito a meia-passagem nos ônibus do transporte coletivo, durante o período de seis meses em que o serviço estará sendo prestado por contratação emergencial, o Governo Municipal faz o seguinte esclarecimento:

Não haverá, sob hipótese alguma, cobrança de passagem inteira para os estudantes de Feira de Santana, nos seis meses em que o transporte coletivo da cidade estiver sob contrato emergencial. Aos estudantes, está assegurado o direito à meia-passagem nos ônibus.

O Governo Municipal, em momento algum, cogitou a possibilidade de qualquer alteração no desconto oferecido por lei aos estudantes, em razão da contratação temporária de empresa para prestação do serviço.  

Carreta tomba na BR-420, atinge carro que atropela e mata um


Um homem morreu após uma acdente entre uma carreta e um carro de passeio, ocorrido na manhã desta quarta-feira (19), na BR-420, na região do município de Mutuípe, cidade localizada a 166 quilômetros de Salvador.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a carreta tombou na via e atingiu o carro de passeio, que atropelou um homem que estava às margens da rodovia. A vítima morreu na via, antes de ser socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Não há informações sobre se os motoristas dos veículos se feriram no acidente. Por causa do acidente, a carga de terra que era levada pela carreta se espalhou na pista, deixando o tráfego lento.

Rodoviários aguardam pagamento de salários

Vários trabalhadores das empresas Princesinha e 18 de Setembro se concentraram nesta quinta-feira (20) na sede do Sindicato dos Rodoviários de Feira de Santana. Eles estão na expectativa de receber o salário da última quinzena trabalhada, que vence hoje. De acordo com José de Souza, vice-presidente do Sindicato, o dinheiro que será usado para pagar a quinzena dos trabalhadores é referente ao vale transporte que a prefeitura pagaria às empresas e que foi direcionando ao sindicato. O valor repassado será de 655 mil reais.
José de Souza falou ainda sobre uma seleção de motoristas, que foi realizada para que eles viajem para São Paulo para trazer os ônibus para Feira de Santana. Segundo ele, 100 motoristas já foram selecionados, porém ainda aguardam informações de quando irão viajar e de quem irá assumir os custos. O sindicalista disse que está preocupado com o impasse e disse que não acredita que os ônibus já estejam circulando na próxima quarta (26).
“Eu não sei como esses carros vão rodar na quarta, pois até agora os motoristas não viajaram, as empresas não conseguiram a garagem. Estão dizendo que o problema foi resolvido, mas eu não concordo. Nesse momento tudo é incerteza, por isso acho que na quarta ainda não teremos ônibus rodando”, afirmou.
No sindicato, a maioria dos funcionários reclama da falta de informação. O motorista da empresa 18 de Setembro, Antônio Raimundo, disse que até o momento, não tem certeza de nada. “Estamos aqui aguardando e qualquer novidade que vier de positivo vai ser bom. Eles têm que nos dar uma posição. Até agora estamos aguardando um posicionamento”, afirmou.
O motorista José Roberto, também funcionário da 18 de Setembro, avaliou a situação como delicada. “Estamos aguardando informações gerais, pois até o momento nada nos foi passado e estamos apreensivos.”

Câmara aprova em 2º turno redução da maioridade penal

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 19, em segundo turno, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos em casos de crimes hediondos, homicídio doloso (com intenção de matar) e lesão corporal seguida de morte. O tema, que tramitava há 22 anos na Casa, segue agora para o Senado.

O PT promete voltar ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o trâmite da PEC na Casa. "Vou pedir ao Supremo para apreciar nosso mandado de segurança. A votação foi totalmente inconstitucional e antirregimental. Todas as regras foram violadas", afirmou o vice-líder petista Alessandro Molon (RJ).

Na votação em primeiro turno foram 323 votos a favor, 155 contra a redução da maioridade e duas abstenções. Nesta quarta, foram 320 a favor, 152 contra e uma abstenção. Por se tratar de mudança na Constituição, a proposta precisava ser votada em segundo turno e necessita de 308 votos para o texto ser mantido.

A votação rachou o plenário. Alegando que jovens menores de 18 anos hoje têm "licença para matar", que Casas de atendimento a menores já são presídios e citando crimes que chocaram o País, votaram favoravelmente à redução PMDB, PSDB, PRB, PR, PSD, PTB, DEM e Solidariedade.

"Hoje estamos aqui para fazer história. Estamos ouvindo a voz da sociedade. O Brasil quer a redução da maioridade penal, a sociedade não quer mais perder seus filhos para a violência", pregou a deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ).

A liderança do governo, PT, PSB, PDT, PCdoB, PROS, PPS, PV e PSOL orientaram voto contra a PEC. "O que nós estamos fazendo não vai resolver a violência. Quem mata no Brasil é o adulto. O jovem pode se recuperar", apelou o peemedebista Darcício Perondi (PMDB-RS), que votou na contramão de seu partido.
Pedalada

Em julho, uma manobra apelidada pelos deputados governistas de "pedalada regimental" viabilizou a votação do tema duas vezes. Deputados governistas acusaram Cunha de golpe e recorreram ao STF.

Na ocasião, o ministro Celso de Mello disse não ver argumentos jurídicos para suspender a tramitação da PEC porque a aprovação da proposta dependia ainda da votação em segundo turno.

O ministro afirmou, no entanto, que sua decisão não impedia que um novo questionamento fosse feito no futuro. Em nota divulgada antes do início da votação, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, reiterou sua posição contrária à PEC e destacou que a medida não vai diminuir a criminalidade.

"A redução da maioridade penal é para nós algo insustentável. Caso isso seja aprovado nós teremos um erro jurídico, um erro do ponto de vista dos estudos científicos e um colapso no sistema prisional.

Estaremos gerando mais violência e ferindo a nossa Constituição. Não podemos ser favoráveis a uma medida que trará enorme dano à segurança pública de todos os brasileiros", afirmou o ministro.

O governo alega que a medida impacta negativamente as contas da União, podendo gerar um gasto anual de R$$ 2,3 bilhões porque será necessário ampliar as unidades prisionais para manter aproximadamente 40 mil adolescentes presos por ano.

"Não há como construir presídios para atender a essa demanda. E, ao invés de gastarmos bem, que é investir unidades onde se busque a ressocialização, estaremos gastando em presídios de adultos de onde dificilmente esses jovens serão recuperados", insiste o ministro em nota.

O ministério defendeu mudanças no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), como ampliação no tempo de internação dos infratores para crimes hediondos.

Gilsam e Jorge de Angélica em “Uma Noite Reggae” na Cidade da Cultura (28/09).


Gilsam e Jorge de Angélica estão entre os maiores expoentes da música reggae na Bahia e estarão em dueto pela primeira vez no espaço Cidade da Cultura, no dia 28 de agosto de 2015, às 21 horas, apresentando o show “Uma Noite Reggae”, para o evento estão sendo preparadas surpresas e os hits conhecidos e sempre pedidos pelo publico dos artistas.

Para Gilsam esta será uma experiência interessante visto que o formato do show muda, comparado ao formato habitual dos palcos de praças públicas, casas de show, de teatro e trio elétrico. Esta versão mostra a versatilidade do reggaeman em pocket show. Para Jorge de Angélica é uma satisfação tocar na cidade sempre e o formato também desperta a expectativa de algo diferente para esta tão esperada noite.
 
Por Emerson Azevedo.
Fonte: TDL - Assessoria de Comunicação e Mídia.
  

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Redesim é apresentada à classe empreendedora de Candeias

Tempo de abertura de empresa passará de 20 para apenas cinco dias

Recém habilitada no município, a Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim) foi apresentada a empreendedores, administradores, contadores e contabilistas de Candeias na manhã desta quarta-feira (12), na Câmara de Vereadores. Através do sistema da rede, o contribuinte vai ter mais facilidade e celeridade para realizar trâmites jurídicos do seu empreendimento.
Criada pelo Governo Federal através da Lei Nº 11.598, de 3 de dezembro de 2007, a Redesim veio para diminuir a burocracia empresarial. Sem a Redesim, empreendedores tinham que percorrer várias instituições públicas para abrir ou fechar empresas, por exemplo, que antes levava de 15 a 20 dias. Agora, esses e outros processos podem ser feitos pela internet e o tempo de abertura de uma empresa será reduzido para até cinco dias.
O secretário municipal de Finanças, Jerolino Mascarenhas, disse que diante do momento de crise que afeta todo o país, a Prefeitura de Candeias teve a criatividade de buscar meios para alavancar o desenvolvimento econômico, como foi o caso da implantação da Redesim, e a parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que vai intermediar apoio de crédito e treinamentos ao empreendedor. Já o secretário de Indústria e Comércio, José Genival, lembrou que a lei geral da microempresa foi aprovada em Candeias no ano de 2006 e que está sendo implementada a partir de agora.
Presente na Apresentação, o consultor do Sebrae, Rogério Teixeira, anunciou detalhes dessa parceria, que vai promover 30 eventos voltado ao empreendedor. “Graças à essa preocupação do governo local, o Sebrae hoje está presente em Candeias e vai realizar capacitações em gestão e inovação para o empreendedor de Candeias. O resultado de tudo isso, visto que a Prefeitura está criando um ambiente favorável para a educação empresarial, é chegar mais recursos e mais vagas de emprego para a região. Nisso inclui o desenvolvimento social da população da cidade,” contou.
O sistema da Redesim fica disponível no site da Junta Comercial do Estado da Bahia (Juceb), através do link do Regin, que é a plataforma da Rede. “Nossa finalidade é efetivar os serviços de registro público de empresas mercantis e atividades afins e, a Redesim, além de todos os benefícios já expostos, também vai diminuir o custo desses trâmites”, afirmou Hélio Portela, vice-presidente da Juceb.
Vale lembrar que a Redesim chegou a Candeias no ano de 2014 graças ao convênio firmado em 23 de julho daquele ano entre a Prefeitura de Candeias, através da Secretaria Municipal de Indústria e Comércio, e a Juceb. Depois de constantes treinamentos da equipe municipal que vai operar o sistema, a Redesim foi finalmente habilitada para o município no dia 29 de junho deste ano.
 Por Fabiana Andrade 

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

BANDA OS CLONES APRESENTA NOVO INTEGRANTE


Os Clones está de cara nova e um novo talento promete arrebatar o coração de muitas fãs apaixonadas. A novidade fica por conta do novo integrante da banda, Dudu Santana, que vem para dar um ar mais jovial e despojado ao grupo com seu estilo que tem como característica principal a voz semelhante do cantor nacional Luan Santana.

O cantor Dudu Santana, que já tem uma trajetória voltada na música, como ex-integrante do grupo Bonde do Arrocha, ingressa na banda Os Clones com a proposta de mesclar seu estilo pessoal com o arrocha, tanto em versões de antigos sucessos, quanto em novas composições.

O vocalista Zezé Junior afirma que a entrada de Dudu vem para somar e dar continuidade ao trabalho que a banda já vinha fazendo, inovando o repertório com canções voltada para atrair um público mais jovem. O cantor Naldinho complementa que "essa repaginada na linha de frente da banda, nasce com uma nova visão, com maiores desafios e com metas de conquistas que representam o amadurecimento artístico do grupo".

O novo CD já está em fase de preparação e o grupo já segue com a nova formação fazendo shows pelo Brasil afora a todo vapor e com a agenda lotada.


Por Carina Góes